Situação habitacional em Ribeirão Preto é exemplo da grave crise habitacional do país

No final de setembro, estive em Ribeirão Preto e visitei algumas comunidades em conjunto com o Sindicato dos Arquitetos de São Paulo, a União de Movimentos de Moradia, o Núcleo de Assistência Jurídica da Faculdade de Direito da USP Ribeirão Preto, a Pastoral da Moradia

_dsc9347

Fotos: Carolina Simon / Sindicato dos Arquitetos de São Paulo

e associações locais. Fiquei absolutamente chocada ao ver a situação habitacional da cidade, cuja precariedade eu não via há muitos anos no Brasil, apesar de estarmos falando de uma capital regional potente, considerada a Califórnia brasileira.

 

São famílias formadas principalmente por mulheres com crianças vivendo em extrema vulnerabilidade. A narrativa delas é quase sempre a mesma: eu pagava aluguel, estava muito caro, meu marido ficou desempregado e a única alternativa foi vir para cá. Não há em Ribeirão alternativa de moradia digna e nem nenhuma política municipal para enfrentar essa questão. Ribeirão Preto fez um plano de habitação em 2010 e nele se estimava que existiam 35 assentamentos precários na cidade. O plano previa várias ações de urbanização, além de provisão. Previa também o reassentamento em algumas áreas.  Mas, desde sua  aprovação, e diante da não implementação do conjunto de políticas nele previsto e do agravamento da crise econômica e habitacional,nos  últimos seis anos surgiram pelo menos 13 novos assentamentos precários.

A prefeitura de Ribeirão Preto, além de sistematicamente promover ações de remoção em áreas municipais ocupadas, também criminaliza as famílias. Por iniciativa da Prefeitura, em junho deste ano, foi sancionado o Plano de Preservação do Patrimônio Público, que simplesmente institui ações repressivas e de criminalização de ocupantes de áreas públicas municipais. E não apresenta qualquer responsabilidade ou compromisso com o destino das famílias.

Esse foi o assunto do meu comentário na Rádio USP dessa semana. Ouça a íntegra no site do Jornal da USP.

3 comentários sobre “Situação habitacional em Ribeirão Preto é exemplo da grave crise habitacional do país

  1. Não creio que a situação de Ribeirão Preto seja um retrato do país.

    Em São Paulo por ex. a coisa é bem pior. Na metrópole ‘mais rica’ como a mídia adora repetir os problemas urbanos assumem proporções gigantescas, muitas vezes insolúveis. Porém, graças ao nosso sistema eleitoral, a superpopulação não é vista como um problema mas uma oportunidade. Quanto pior, melhor.

    Enquanto isso no ministério das cidades zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    Já no ministério da reforma agrária zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

  2. COP 13 EM CANCUN

    CONFERÊNCIA DE CANCUN NO MEXICO, vem falar de convênio sobre diversidade biológica, e o esforço para proteger ecossistemas que se baseiam em segurança alimentar, acesso a água, e a saúde de bilhões de pessoas.
    ONU baixou o tôn. Da trilha sonora que invadia os tímpanos das pessoas quando se ouvia CO2, era dissonante para aqueles que tanto lutou.
    E agora parte para a legitima a verdadeira ação antagônica ao aquecimento global.
    É notório de cada conhecedor do sistema, que os biomas sofreram ações enormes ao seu desenvolvimento e depende da capacidade de projeto, que vá oferecer há esse sistema um trabalho honrado a que se destina o meio ambiente.
    OS CONFERENCISTAS falam dos planos econômicos e financeiros para salvar a biodiversidade. Quem fala em salvar o Planeta, deveria mostrar as suas ferramentas, só conversa e dinheiro não ataca o aquecimento global.
    PARA atacar o aquecimento Global, é necessário que eles mostrem ou façam ver resultados de Economia Verde, que no prazo de noventa dias o seu investidor veja que Meio Ambiente faz realmente movimentar a Economia Verde em seu estado.
    O projeto Economia Verde vai aumentar a vasão dos igarapés perenes, e fazer jorrar os temporários, e consequentemente os rios com seus respectivos viveres para alimentar ricos e pobres.
    O BRASIL VAI DEFENDE BIODIVERSIDADE e o setor produtivo na COP 13 em CANCUN NO MEXICO, O MINISTÉRIO DE MEIO AMBIENTE terá que mostrar projeto de defesa ao meio ambiente, para que brasileiros possa acreditar em tudo aquilo que vocês diz ou escreve, políticos ou senadores foram a COP21 em Marrakesh, só com a cara e a coragem de onerar a nação sem conhecer nada de meio ambiente
    O ECOSSISTEMA sem mostrar ferramentas inibidoras para grandes desmatadores em vários Estados deste País, o ecoturismo é uma grande piada, agricultura sustentável só existe no nome, os produtos agrícolas são de baixa qualidade e não tem preço.
    ENQUANTO isso as condições das florestas são gravíssimas, cortadas de estradas madeireiras, nascentes aterradas e rios morrendo por ação do homem.
    OS OCEANONOS dissolvendo os esgotos que a COP13 não menciona, as águas doces recebem esgoto e lixo e o desaparecimento dos viveres, e as espécies silvestre, e a fauna estão morrendo por fome e sede e água ruim, tudo esses animais representa a cadeia alimentar, e estão desaparecendo por falta de homem nos seus respectivos poderes,
    ATENCÃO GOVERNOS FEDERAL E ESTADUAIS tentaram desmoralizar JD e eu joguei no papel, (JOÃO DE DEUS FERREIRA DESAPARECIMENTO DAS PROTÉINAS).
    O MINISTRO LUIS ROBERTO BARROSO agiu como um Deus, que decide e determina entre o bem e o mal, e seguiu o PAPA Francisco que mandou perdoar o aborto, e adora gays, qual a próxima ministro, está elogiando alguém ou é ordem do chefe da igreja católica LUCIFER.
    BRASILEIROS abram bem os olhos que vocês não são bobos, nessa crise e com a recaída da ONU em enxergar o verdadeiro meio ambiente, não vendam as suas empresas ou façam parcerias com estranhos, cuidado com altos golpes, as coisas vão melhorar com a saída de muitos políticos ruins.
    PARA OS GOVERNOS DO NORDESTE E SUDESTE se realmente vocês querem ver água jorrando façam uma vaquinha e teste um homem que vocês acham que sabe algo de meio ambiente, e não se escondam da população.

    João DE DEUS FERREIRA- O HOMEM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s