A Cidade é Nossa com Raquel Rolnik #14: Anhangabaú em oferta

Prefeitura lança edital de concessão do Vale do Anhangabaú, coração da cidade de São Paulo. É questionável o modelo baseado na ideia de explorar a venda de produtos associados à promoção de eventos e atração de multidões.

Para mais informações clique aqui.

Para ouvir na sua plataforma de podcast favorita acesse: spotifyapple podcastsgoogle podcasts e overcast.

Terminal Bandeira ganhará piscinão. Mas essa é a melhor saída para evitar enchentes?

O Terminal Bandeira, por onde transitam diariamente 100 mil pessoas e 22 linhas de ônibus, a maioria com destino à Zona Sul, passará por reformas para construir um piscinão em seu subsolo, com o objetivo de evitar enchentes no vale do Anhangabaú.

Os piscinões têm sido adotados como uma medida para conter a água da chuva quando ela vem em volume grande e depois soltá-la devagarzinho, evitando o processo de transbordamento. Mas os piscinões são a solução mais adequada para resolver as enchentes?

Conter as águas na cabeceira das bacias, antes dela chegar às partes mais baixas, é mais adequado. Se continuarmos a impermeabilizar a montante, lá em cima da cidade, e não retermos a água, não resolverá nada. Haverá sempre mais água e serão necessários mais piscinões.

Outro ponto é que São Paulo implementou a maior parte de seu sistema viário nas margens ou em cima dos rios e córregos. Com isso, juntamos duas coisas péssimas – intervir sobre a várzea dos rios e córregos e jogar o sistema viário sobre eles. Quando os rios enchem, o sistema de circulação viária entre junto em colapso.

Piscinão aqui, piscinão ali, são paliativos. O modelo de construção da cidade tem que ser repensado – isso tem limites, obviamente, porque a cidade já está consolidada – mas é possível pensar nas áreas que estão se transformando e se readaptando. Um exemplo que vem à memória é a construção infeliz de mais pistas asfaltadas na Marginal do Tietê.

As pessoas pensam que o problema é ali, onde está enchendo, mas não é. O córrego, a cinco quilômetros de distância, faz parte de uma bacia. Se você impermeabilizou e canalizou o córrego na periferia, aquela canalização lá longe vai provocar a enchente ali embaixo, no centro, pois tudo faz parte da mesma bacia. Como vocês sabem, nós vivemos em uma cidade assentada sob 1500 km de rios e córregos.

A minha coluna na BandNews sobre o tema: