​Por que os paulistanos consideram que tem piorado o transporte por ônibus?

Foto: Coletivo Arrua

Pesquisa Mobilidade 2017, realizada anualmente pela Rede Nossa São Paulo e o Ibope, apontou uma piora na percepção dos paulistanos em relação ao transporte coletivo da cidade. Em média, os entrevistados na pesquisa deram nota 3,8 para o sistema. No ano passado, a média ficava em 5,1. Essa queda chama especial atenção porque desde 2008 a avaliação em relação ao transporte público vinha melhorando. Para tentar entender o porquê desta piora é preciso focar na situação dos  ônibus, modo de transporte coletivo  mais usado na cidade e cuja melhora é apontada como prioridade por 41% dos entrevistados da pesquisa.

A superlotação dos veículos e a tarifa  são dois dos problemas mais mencionados em relação a avaliação dos ônibus. Uma reportagem da Rede Brasil Atual de agosto apurou, por meio da Lei de Acesso à Informação, que desde janeiro deste ano, a prefeitura cortou 51 linhas de ônibus na cidade e outras 29 linhas tiveram seu percurso alterado. A maioria destas linhas atendia a zona sul e leste, justamente as regiões onde o tempo médio de deslocamento é maior que a média da cidade, que já é absurdamente alta: três horas.


A prefeitura afirma que os cortes são decorrentes de adequações operacionais e visam otimizar  o sistema. Mas quando uma linha é cortada ou alterada os passageiros são obrigados a fazer mais baldeações para chegar ao seu destino, o que aumenta o tempo de viagem e o desconforto. Com menos linhas atendendo determinado trecho, os ônibus ficam mais cheios, o que já aparece na pesquisa quando os entrevistados apontam a superlotação como um dos maiores problemas. Os gastos para a prefeitura ou para as empresas podem diminuir com esta medida, mas o impacto sobre a qualidade e o conforto para os usuários também!

Essas  decisões são tomadas sem qualquer consulta à população e praticamente sem comunicação aos passageiros. Os avisos de mudanças de itinerários ou extinção de linhas ficam restritos aos jornais do ônibus e cada vez ouvimos mais gente reclamando de ficar esperando no ponto por um ônibus que não aparece.  Por outro lado, a pesquisa aponta que 87% dos entrevistados são favoráveis a faixas e corredores exclusivos de ônibus e consideram que este é o meio de transporte que, melhorando, mais impactará as condições de mobilidade na cidade.

Estamos às vésperas da nova licitação do sistema de ônibus. Seria muito importante que decisões como corte de linhas fossem tomadas em seu âmbito, com uma visão mais ampla da cidade e do sistema de transporte e, sobretudo, ouvindo e respeitando os usuários .   

Falei sobre esse assunto também na minha coluna da última quinta-feira na Rádio Usp. Ouça aqui. 

Anúncios

Um comentário sobre “​Por que os paulistanos consideram que tem piorado o transporte por ônibus?

  1. A percepção que os paulistanos tem sobre o serviço de transporte público seja ônibus, metrô ou trem não vai melhorar por um motivo simples: quem está lotado não são os ônibus mas a cidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s