Cadê o plano de reurbanização da Vila Autódromo?

Na semana passada, a Prefeitura do Rio de Janeiro deu início à demolição das casas de moradores da Vila Autódromo que optaram pelo reassentamento em um conjunto habitacional próximo à comunidade. No local onde estão sendo demolidas as casas irá passar uma via expressa.

Em casos como este, as prefeituras realizam a demolição das casas para evitar que elas sejam novamente ocupadas. Mas acontece que, ao iniciar um processo de remoção e reassentamento, o poder público não pode simplesmente chegar no local, demolir as casas e ir embora, deixando ali todo o entulho na porta dos que ficam.

Imaginem o cenário: ter à porta de sua casa, em áreas de convivência, onde crianças brincam, onde todos passam diariamente, aquele monte de entulho, que logo começa a acumular lixo, água de chuva, tornando-se foco de doenças e de outros riscos para as pessoas. Isso degrada a área e muitas vezes é usado como forma de pressão para que os demais moradores deixem o local.

Para respeitar e garantir o direito à moradia adequada de todos, dos que saem, mas também dos que permanecem, a prefeitura, ao realizar uma demolição, deve retirar imediatamente o entulho. Mas não só. Além disso, ela deve apresentar um plano de reurbanização da área que melhore as condições de vida dos que ficaram.

Este plano precisa mostrar como ficará o local após as demolições e a construção dos novos empreendimentos. Ou seja, em que condições ficarão os moradores depois de tantas mudanças, como será possível melhorar suas moradias e todo o entorno?

Os moradores da Vila Autódromo, aliás, receberam no ano passado um prêmio internacional de urbanismo com o Plano Popular da Vila Autódromo, construído em parceria com a UFF e a UFRJ. O plano apresenta uma proposta de urbanização para a comunidade, sem a necessidade de remoções. Mas até hoje a prefeitura não se manifestou sobre essa proposta.

Na ausência de um plano de urbanização e diante de demolições sem preocupação com a qualidade do bairro que permanece, o que parece definir a atuação da prefeitura é a pressão para que os moradores da Vila Autódromo, uma comunidade que não tem razão alguma para ser retirada de onde está, acabem sendo compelidos a sair por conta do abandono e da piora das condições de vida. Isso sem dúvida viola o direito à moradia destas pessoas.

O que se espera da Prefeitura do Rio – e de qualquer prefeitura que se envolva em ações deste tipo – é a imediata retirada dos entulhos e a apresentação deste plano.

7 comentários sobre “Cadê o plano de reurbanização da Vila Autódromo?

  1. A omissão de um projeto de urbanização para as quase 300 famílias que optaram em ficar, denota que a prefeitura não tem boas intenções e não realiza uma gestão transparente e responsável. A defensoria pública e famílias vem cobrando esse plano de reurbanização a mais de um ano sem sucesso. A luta continua estamos ciente de nossos direitos e lutaremos até o fim. VILA AUTÓDROMO UM BAIRRO MARCADO PARA VIVER!

  2. A demolição começou semana passada e Raquel já tem tantas críticas? Espera-se de alguém que critica assim que pelo menos tenha compareçido ao local sobre o qual escreve. Qual a sua fonte sobre o que ocorre ou não ali? Se há tapumes ou não, se há projeto de reurbanização ou não? Já sei, a meta concreta é só criticar um governo que o partido apoiado por Raquel combate com unhas e dentes, em um movimento de oposição ‘ad quem’ … pergunta-se então: – Cadê a sinceridade?

  3. Respeito muito a questão social envolvida mas acho que as indenizações oferecidas tem sido bastante justas em comparação a outras remoções que ocorrem em outros bairros.

    • Para algumas famílias o dinheiro não é tudo, elas simplesmente querem ver seus direitos respeitados e permanecerem a onde construíram uma história de vida.

    • Senhor Júlio respeitamos sua opinião como a de qualquer outra pessoa, mas o que esta em jogo para muitas famílias aqui não é indenização, é algo que vai muito além disso como por exemplo: Direitos conquistados as duras penas, décadas de lutas, respeito á cidadãos que lutaram por essas terras e já faleceram, mobilizações e apoios de cidadãos de bem de outras comunidades, estados e países que dedicaram parte de seu tempo para apoiar nossa luta, dignidade, caráter, histórias de vidas nesse lugar com famílias na 4ª geração, milhares de constrangimentos e decepções com vários governantes hipócritas que já se passaram ao longo dessas décadas de luta entre outros; somente quem esta na linha de frente e vem sofrendo na pele todo tipo de pressão, decepções e covardias é que vai valorizar todos os sofrimentos e consegue enxergar que o que menos importa é o dinheiro e o poder, mas sim a dignidade e o respeito. Estamos com uma enorme oportunidade de mostrar para o poder público e o país em geral que, esse país tem solução, quando o povo se organiza sem visar enriquecimento ilícito, conquistas e objetivos particulares, pensando no melhor para o seu próximo, tem jeito. Saudações comunitárias e solidárias…

  4. tendo em vista que não se compriu o que o prefeito disse que os apartamentos eram nosso e nos podiamos fazer o que quisessemos vender dar trocar alugar e o vice thiago morramed disse que iria indenizar os terrenos tambem o que não vem acontecendo mas uma mentira minha mãe e dona da metade do terreno e eles não querem dar outro apartamento para ela uma senhora de 73 anos e um absurdo enquanto isso pessoas que vieram morar aqui 1 ano atras fizeram barraco de madeira do dia para noite e ganharam e o nosso terreno tem 120metros quadrado futuramente a casa dela seria em cima da minha bando de mentirosos

  5. Esse plano uma hora vai ter que aparecer! Por enquanto o prefeito com seus golpes baixos como o claque montado em frente a prefeitura com pessoas contratadas por ele para ficarem gritando QUEREMOS REMOÇÃO (diga-se lá de passagem uma atitude RIDÍCULA PARA QUEM PAGOU (o prefeito) e para quem se prega a um trabalho desse; e as pressões absurdas na comunidades tipo: OU SAI OU PERDE TUDO! Queremos ver as olimpíadas chegando e se ele não vai urbanizar ainda mais que após A OLIMPÍADAS as EMPREITEIRAS VÃO USAR O TERRENO PARA FAZEREM CONDOMÍNIOS DE LUXO. Essa vitória é certa é só questão de tempo e pressão? Bem nós acostumamos com ela ao longo das décadas SOFRENDO INJUSTIÇAS DO PODER PÚBLICO. E mesmo assim estamos torcendo PARA O SUCESSO da copa e das olimpíadas, porque entendemos que o esporte (os atletas e profissionais ligado ao esporte) NÃO PODEM PAGAR por isso. Um forte abraço a todos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s