Você conhece Nabil Bonduki, candidato a vereador em São Paulo?

Normalmente, nas eleições municipais, todo o debate e atenção voltam-se aos candidatos à prefeitura e a composição para a Câmara acaba tendo menor relevância. Entretanto, a Câmara Municipal é fundamental nas decisões que se referem à política urbana e a outros temas de gestão da cidade.

Infelizmente, foi-se criando uma cultura de que as câmaras funcionam como uma espécie de linha auxiliar dos Executivos. Por isso, a maior parte dos prefeitos tenta simplesmente conseguir uma maioria genérica de vereadores, sem nenhuma relação com as posições específicas de cada um.

Mas isso pode ocorrer de forma diferente se as eleições para vereador se voltarem ao debate em torno da política urbana e das estratégias de gestão da cidade. Para isso precisamos de candidaturas centradas mais no conteúdo do que em possíveis alinhamentos ou desalinhamentos partidários ou políticos.

É por essa razão que considero fundamental eleger um candidato como Nabil Bonduki nessas eleições pra a Câmara Municipal de São Paulo. E por isso não apenas manifesto aqui meu voto, mas também tomo a liberdade de indicá-lo.

Conheço Nabil desde 1975, quando éramos estudantes da FAU USP e nos debruçamos para entender o processo de formação das periferias de São Paulo. De lá para cá, temos trabalhado em parceria em diversas áreas – política, técnica, profissional, acadêmica.

Para quem não o conhece, Nabil é urbanista, pesquisador e professor da FAU USP, uma das referências no Brasil no campo do urbanismo. Além disso, como gestor, durante o mandato da ex-prefeita Luiza Erundina, formulou e implementou uma política habitacional na cidade de são Paulo que entrou para a história.

Como vereador, promoveu políticas no campo urbanístico, ambiental e cultural, tendo sido responsável por construir um substitutivo do Plano Diretor da cidade de São Paulo, aprovado em 2002, e pela criação do Programa Vai, que até hoje apoia a produção autônoma de grupos culturais na cidade. No ano passado, destacou-se como Secretário Nacional de Meio Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente.

Tenho plena confiança de que Nabil é um candidato a vereador comprometido com os temas do direito à moradia, do direito à cidade e de uma cidade melhor, mais justa, mais eficiente e equilibrada para todos.

Pra conhecer melhor Nabil Bonduki, acesse:

Site Nabil Bonduki 13633: http://www.nabil.org.br
Página no Facebook: http://www.facebook.com/NabilBonduki
Twitter: @spNabil

9 comentários sobre “Você conhece Nabil Bonduki, candidato a vereador em São Paulo?

  1. muito bom termos um referencial a respeito de quem podermos votar nas proximas elees, pois eu at aqui no tinha nenhum candidato a vereador e compactuo com a opinio de Raquel a respeito das Cmaras, restringirem-se a quase cabides de emprego, comporem-se de pessoas que ficam quatro anos a servio do povo e que ao final, no frigir dos ovos nada fizeram.

    Date: Fri, 24 Aug 2012 17:54:58 +0000 To: bycarmeml@hotmail.com

  2. Prezada Raquel, eu e meus alunos do Colégio de Aplicação/UFSC acompanhamos seu blog. Seus textos nos tem servido de inspiração para as aulas de Geografia na terceira série do Ensino Médio. Aqui em Florianópolis também temos um excelente candidato, envolvido com a luta pelo Plano Diretor Participativo na cidade, o Prof. Lino Peres, do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFSC. Nestes dias de greve, encontrei-o em uma assembléia e perguntei-lhe: “Lino, quero muito votar em você, mas não quero votar no PT. Como faço?” Ele riu. Não sei se em São Paulo tem passado o mesmo com o Prof. Nabil, mas aqui tem sido um dilema. Você tem alguma opinião a respeito?

    Um cordial abraço,

    Tomás

    • Tomás,

      Sua idéia de que não quer votar no PT pode ser fruto da informação distorcida que e imprensa faz. A imprensa é movida a dinheiro: Elogia quem lhe dá grana e ataca os adversários do pagante. É assim desde que J. D. Rockfeller se tornou o homem mais rico do mundo agindo como bandido e comprando a imprensa. Veja o documentário “A Indústria do Petróleo”, do NatGeo, BBC e Discovery.

      O Brasil na época do PSDB foi só desemprego e entreguismo. a PRIVATARIA comeu solta e a imprensa manipulou todo o Brasil. Veja gravações ou jornais e revistas de 1993, 94, 95: a Imprensa PiG diz\ia que a privatização seria boa, que baratearia os serviços… Pois a energia elétrica subiu mais de 120%. A tarifa brasileira era uma das menores do mundo e hoje é das maiores. A mesma coisa com telefone: custava R$0,02 uma ligação local e se podia falar 3 minutos. Hoje se você falar 1 min paga R$0,13 e para 3 min paga R$0,39: aumento de 1950%!

      Eu só percebi o nível de manipulação da imprensa daqui quando viajei para o exterior em 1990. A partir daí, busquei informação na internet. Veja, por exemplo:

      http://www.viomundo.com.br/denuncias/altamiro-borges-kassab-e-o-mensalao-da-veja.html

      Bom voto,

      Alexandre Mendes

      • Engracado seu comentario!!
        Se voce sair do Brasil e buscar informacao no exterior, vai ver como o PT manipulou a midia e o povo nos ultimos 10 anos!! Inclusive fazendo pior que o PSDB!!
        O PT sempre falou mal dos outros partidos, porem quando teve a chance de fazer historia e mudar tudo……..resolveu se juntar a eles e fazer ainda pior!!
        Politica e o mal da humanidade!!

  3. Tomás, em primeiro lugar, é preciso dissipar a ideia de que o PT como um todo é aquilo que a imprensa pinta dele. O partido é composto de múltiplas vertentes, e talvez seja importante fortalecer algumas delas, como forma de apoiar uma crítica interna, mais construtiva do que a que a mídia propõe. Em relação ao Nabil, por exemplo, o posicionamento que ele teve quando o PT cogitou se aliar ao atual prefeito de São Paulo – o que seria um desastre e uma incoerência incomensuráveis – foi exemplar. Neste caso, recomendo que se vote no seu candidato de qualquer forma. Abs, Marcos Virgílio

  4. Caro Tomás, fui aluna do professor Lino no curso de arquitetura da UFSC. Sou testemunha do seu real comprometimento com os problemas sociais, plano diretor participativo, entre outros. Por isso sempre votei e vou votar novamente nele. Quando assumiu como suplente, na última eleição, incomodou tanto o Dário que este deciciu mandar o titular – Marcio de Souza – que estava de secretário da PMF, de volta para a câmara, só para tirá-lo de lá… Quanto a questão do partido, compartilho da mesma opinião do colega acima (Marcos). Infelizmente, nossa querida cidade está totalmente fora do rumo, sendo guiada pelos mesmos de sempre a anos. Precisamos de quadros novos, de pessoas com + conhecimento técnico (e menos politiqueiros papudos) na câmara. E diferentemente do prof. Nabil, o Lino não foi eleito ainda, por isso cada apoio conta muito.

  5. pois é, cheguei até aqui procurando um candidato que realmente conhece espaço urbano (geográfico) e tenha propostas e ideias legais, que vão melhorar muito a vida dos moradores de são paulo. já conhecia o bonduki, mas estou inclinado a votar no prof. luizinho, indicação de meu candidato a prefeito (giannazi). estou balançando, até amanhã decido.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s