Centro Cultural SP promove mês de reflexão sobre urbanismo e arquitetura paulistanos

O processo de urbanização, o planejamento e sua ausência, a arquitetura e seus protagonistas, e, principalmente, a cidade de São Paulo, serão objeto de dois ciclos promovidos pelo Centro Cultural São Paulo. Uma  programação especial exibirá filmes e palestras e mobilizará debatedores durante todo o mês de junho, com entrada franca.

Essa programação é dividida em dois ciclos: “São Paulo, o processo de urbanização e a metrópole” e “Arquitetura Moderna Brasileira”. As atividades acontecerão no CCSP, na Escola da Cidade e na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP.

Abaixo, disponibilizamos a programação, que também pode ser consultada no site do Centro Cultural São Paulo.

de 1º/6 a 1º/7
Residência Internacional de Arquitetura
São Paulo, Minhocão Under & Over – A sectional urbanism of the Minhocão and surroudings / São Paulo, Minhocão Por Baixo e Por Cima – O urbanismo seccional do Minhocão e seus arredores
correalização: Universidade de Toronto – The John H. Daniels Faculty of Architecture, Landscape and Design e Centro Cultural São Paulo – curadoria do projeto: Alexander Pilis -professores: Alexander Pilis e Maria Denegri – curadoria dos ciclos de palestras e dos filmes: Leandro Leão – design gráfico: Miguel Croce – mediação das palestras: Alexander Pilis e Leandro Leão
Estudantes canadenses e brasileiros examinam arquitetonicamente e seccionalmente, sob vários pontos de vista, o apparatus Minhocão e seu entorno. As atividades acontecerão no Centro Cultural São Paulo, na Escola da Cidade (Rua General Jardim, 65) e na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (Rua do Lago, 876 – Cidade Universitária). No CCSP, o debate será sobre o Minhocão e seu entorno, o processo de urbanização da cidade de São Paulo e seus projetos recentes. Na FAU/USP e na Escola da Cidade, o tema é a arquitetura moderna brasileira e seus principais arquitetos.

Programação no CCSP
Ciclo São Paulo, o processo de urbanização e a metrópole

aula-visita
dia 3/6 – domingo
11h Caminhada crítica pelo Minhocão e seus arredores
com: Frentes Arquitetura – José Alves e Juliana Corradini (arquitetos e urbanistas formados na FAU/USP e sócios do escritório Frentes. Em 2006, ganharam o 1º lugar no Prêmio Prestes Maia de Urbanismo, com o projeto Uma cicatriz corta a cidade: soluções para o Elevado Costa e Silva). Ida ao Minhocão de metrô para percorrê-lo em uma tarde de domingo, dia em que está fechado para os carros e há somente pedestres. Reconhecer e analisar o seu percurso, sua escala, seus edifícios e seu entorno.
Entrada franca – sem necessidade de retirada de ingressos
Ponto de encontro: Sala de Debates

cinema
dia 5/6 – terça
18h Bem-vindo a São Paulo
(Brasil, 2007, 100min – documentário)
direção: Kiju Yoshida, Phillip Noyce, Wolfgang Becker e mais 15 diretores
Dezessete episódios realizados por diretores internacionais retratam a grandeza e a miséria de São Paulo. Como se poderia retratar toda a diversidade de São Paulo no cinema?
Entrada franca – sem necessidade de retirada de ingressos
Sala de Debates

dia 7/6 – quinta
20h São Paulo S/A
(Brasil, 1965, 111min)
direção: Luiz Sérgio Person – elenco: Ana Esmeralda, Eva Wilma, Otelo Zeloni, Nadir Fernandes, Osmano Cardoso, Silvio Rocha, Armando Paschoal, Altamiro Martins, Armando Sganzerla, Etty Frazer, Kleber Macedo, Carmen Maria, Cecília Rabelo, Lenoir Bittencourt, Maria Lysia, Mario F. C. Audrá, Victorio Bondioli, João Chalherani, Jean Laffront, Marcos Newman, Marta, Renato e Ricardo Gonda – apresentando: Walmor Chagas e Darlene Glória
Grande painel sobre o impacto das transformações sociais e econômicas de São Paulo, no surto da implantação da indústria automobilística, sob a visão de um sujeito em ascensão.
Entrada franca – sem necessidade de retirada de ingressos
Sala de Debates

dia 21/6 – quinta
20h Linha de passe
(Brasil, 2008, 108min)
direção: Walter Salles e Daniela Thomas
No coração de uma das maiores metrópoles do mundo, São Paulo, quatro irmãos tentam reinventar suas vidas. Dario, prestes a completar 18 anos, sonha em ser jogador de futebol. O mais novo, Reginaldo, procura obstinadamente seu pai. Dinho, frentista em um posto de gasolina, busca na religião o refúgio. Dênis, o irmão mais velho, já é pai e sobrevive como motoboy. No centro disso, está Cleusa, 42 anos, grávida do quinto filho. Ela trabalha como empregada doméstica enquanto luta para manter os filhos na linha. Para sobreviver à brutalidade de uma cidade, eles só podem contar um com o outro.
Entrada franca – sem necessidade de retirada de ingressos
Praça Mário Chamie (Bibliotecas)

dia 28/6 – quinta
20h PMR29: vinte e nove minutos com Paulo Mendes da Rocha
(Brasil, 2011, 29min – documentário)
roteiro e direção: Carolina Gimenez, Catherine Otondo, João Sodré, José Paulo Gouvêa e Juliana Braga
O filme é conduzido por uma conversa com Paulo Mendes da Rocha realizada em seu escritório em 2010. Ao apresentar algumas de suas principais obras, o arquiteto tece considerações acerca da compreensão da arquitetura em sua dimensão humana e essencialmente cultural. Paulo Mendes da Rocha é um dos mais importantes arquitetos brasileiros da atualidade, reconhecido internacionalmente pela qualidade dos projetos quem vem realizando desde os anos 1950. De acordo com os diretores, “Paulo nos apresenta particularidades de alguns de seus projetos construídos e mais do que isso, nos conduz para uma contundente reflexão sobre a situação contemporânea da metrópole, a nossa condição brasileira e a nossa ocupação das cidades. Na força de seu discurso, nos mostra que ainda é possível, nos dias de hoje, compreender a arquitetura em uma dimensão humana e essencialmente cultural”.
Entrada franca – sem necessidade de retirada de ingressos
Praça Mário Chamie (Bibliotecas)
Debate: Após a exibição, haverá debate com Guilherme Wisnik (arquiteto, urbanista e doutor pela FAU/USP, mestre pela FFLCH/USP. Professor da Escola da Cidade), Juliana Braga (arquiteta e urbanista formada na FAU/USP e mestre pela mesma instituição. Sócia do escritório SPBR arquitetos) e Luiz Recamán (professor da FAU/USP e do programa de pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo do Curso de Arquitetura e Urbanismo da EESC-USP)

debate
dia 19/6 – terça
18h São Paulo, os estrangeiros e a construção da cidade
com: Ana Lanna (professora da FAU/USP, autora de Uma Cidade na Transição: Santos – 1870/1913) e José Lira (professor da FAU/USP e autor de Warchavchik: fraturas da vanguarda)
Entre 2007 e 2011, o grupo de pesquisa Fapesp, com docentes, alunos de pós-graduação e graduação, entre as unidades da USP – FAU, FFLCH, EESC e Museu Paulista -, realizou estudo e análise da cidade de São Paulo desde o final do século 19 até a contemporaneidade, tendo como fio condutor as presenças estrangeiras, fundamentais nos processos de transformação física, demográfica, econômica social e cultural da cidade. Em 2011, publicaram o livro com coletânea de artigos, São Paulo, os estrangeiros e a construção das cidades, e o site estrangeiros.fau.usp.br, no qual estão organizados e disponibilizados de desenhos de projetos a fotografias das pesquisas desenvolvidas. Nesta mesa, serão abrangidas três escalas: do projeto urbano, da formação do bairro e do arquiteto.
Entrada franca – sem necessidade de retirada de ingressos
Sala de Debates

dia 26/6 – terça
18h Projetos para São Paulo
com: Alexandre Delijacoiv (professor da FAU/USP e coordenador do Grupo Metrópole Fluvial) e Elisabete França (arquiteta e urbanista, superintendente de Habitação Popular e secretária adjunta de Habitação da Cidade de São Paulo – Sehab)
Nesta mesa serão apresentados projetos para a cidade de São Paulo realizados por duas instituições públicas, a FAU/USP e a Secretaria Habitação da Cidade de São Paulo. Em 2011, o Grupo de Pesquisa em Projeto de Arquitetura de Infraestruturas Urbanas Fluviais – Grupo Metrópole Fluvial -, a partir do contato com Departamento Hidroviário da Secretaria Estadual de Logística e Transportes do Governo do Estado de São Paulo, desenvolveu a Articulação Arquitetônica e Urbanística dos Estudos de Pré-viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental do Hidroanel Metropolitano de São Paulo. A Secretaria de Habitação da Cidade de São Paulo tem implantado sua política habitacional voltada para a atuação nos territórios precários com diversos projetos nas áreas periféricas da cidade, em programas e no concurso Renova SP.
Entrada franca – sem necessidade de retirada de ingressos
Sala de Debates

Programação na Escola da Cidade
Ciclo Arquitetura moderna brasileira

cinema
dia 6/6 – quarta
18h Oscar Niemeyer, a vida é um sopro
(Brasil, 2007, 90min – documentário)
O arquiteto conta de forma descontraída como concebeu seus principais projetos. Mostra como revolucionou a arquitetura moderna, com a introdução da linha curva e a exploração de novas possibilidades de utilização do concreto armado. Fala também sobre sua vida, seu ideal de uma sociedade mais justa e de questões metafísicas como a insignificância do homem diante do universo. O filme é costurado por imagens de arquivo inéditas e raras e por depoimentos de personalidades como os escritores José Saramago, Eduardo Galeano e Carlos Heitor Cony, o poeta Ferreira Gullar, o historiador Eric Hobsbawn, o cineasta Nelson Pereira dos Santos, o ex-presidente de Portugal Mário Soares e o compositor Chico Buarque.
Debate: Após a sessão, haverá debate com Anália Amorim (arquiteta e urbanista, professora do Departamento de Projeto da FAU/USP e professora e presidente da Associação Escola da Cidade)

palestra
dia 20/6 – quarta
18h Lina Bo Bardi
com: Marina Grinover (arquiteta, urbanista e mestre em Arquitetura pela FAU/USP. Professora da Escola da Cidade e sócia do escritório Base 3 Arquitetos)
A trajetória da arquiteta Lina Bo Bardi, que nasceu na Itália em 1914, mas que adota o Brasil como seu país a partir de 1946. É uma das figuras mais importantes pela sua atuação na arquitetura, mas também, junto com seu marido, Pietro Maria Bardi, pela relação com o meio cultural, em destaque para os projetos do MASP e SESC Pompeia.

Programação na FAU/USP
Ciclo São Paulo, o processo de urbanização e a metrópole

cinema
dia 1º/6 – sexta
19h Elevado 3.5
(Brasil, 2007, 72min – documentário)
direção: Paulo Pastorelo, Maíra Bühler e João Sodré
O dia a dia do Elevado Costa e Silva, mais conhecido como Minhocão, é o tema deste documentário premiado no festival É Tudo Verdade, em 2007. O filme mostra os moradores da região e as pessoas que por ali passam.
Debate: Após a exibição, haverá debate com os diretores João Sodré (arquiteto e urbanista formado na FAU/USP, mestre e doutorando na mesma instituição. Professor do curso de Arquitetura da Universidade São Judas Tadeu. Sócio do escritório Grupo SP) e Paulo Pastorelo (arquiteto e urbanista formado pela FAU/USP, com diversos trabalhos na área de cinema, como Vale o Homem seus Pertences, realizado em coprodução com STV – Rede SESCSENAC de Televisão)

Ciclo Arquitetura moderna brasileira

cinema
dia 27/6 – quarta
17h Vilanova Artigas
Este documentário lança um múltiplo olhar sobre o trabalho deste mestre da arquitetura brasileira do século 20. O depoimento dos filhos Júlio e Rosa, do professor Julio Katinsky e dos arquitetos Ruy Ohtake, Fabio Penteado, Paulo Mendes da Rocha e Oscar Niemeyer revelam o mundo de um homem de temperamento forte, brilhante educador, e um arquiteto que acreditava na convivência entre a lógica da ciência e a pedagogia torta do fazer artístico. Também viaja por dentro dos projetos mais importantes de Vilanova Artigas, mostrando a genialidade simples dos seus desenhos – linhas elegantes que sustentam toneladas.
Debate: Após a exibição, haverá debate com Mônica Junqueira (professora da FAU/USP e conselheira do Conpresp no período de 2004 a 2007) e Rafael Urano (arquiteto, urbanista e doutorando pela FAU/USP. Sócio do escritório 23 Sul)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s