Ônibus atraem cada vez menos passageiros

De 2006 pra cá, o ônibus foi a modalidade de transporte coletivo que menos passageiros atraiu na cidade de São Paulo. Considerando o total de viagens realizadas no transporte público, a participação dos ônibus passou de 65%, em 2006, para 58% no ano passado. A informação foi divulgada ontem em reportagem da Folha Online. No período, o número de viagens de ônibus aumentou apenas 13,3%, enquanto na CPTM este aumento foi de 63%, e no metrô, de 44%.

Além do crescimento da rede de metrô e trem, o principal fator responsável por essa situação é a falta de investimentos nos corredores de ônibus. A implementação da rede planejada para São Paulo foi simplesmente interrompida e nenhum novo corredor foi construído nos últimos anos. Além disso, o sistema de troncalização – ou seja, a redução do número de ônibus dentro do corredor e sua integração com linhas alimentadoras – nunca foi completado, o que faz com que o próprio corredor, mesmo segregado, fique congestionado… de ônibus.

O resultado é a baixa velocidade do sistema, o desconforto e, óbvio, uma péssima avaliação por parte dos usuários que, quando podem, preferem utilizar o transporte por trilhos, que, por sua vez, está superlotado. Na verdade nenhum sistema de transporte decente funciona bem só com um modal – é a integração dos vários modos que promove maior conforto e eficiência.

Por fim, como já comentei aqui, a forma de organizar e construir nossa cidade continua incentivando o uso do carro, e os usuários de ônibus são os mais prejudicados, já que estes concorrem com os carros no sistema viário da cidade.

Anúncios

11 comentários sobre “Ônibus atraem cada vez menos passageiros

  1. Agora é só ver quantos carros aumentaram nas ruas da cidade para entendermos que ainda vivemos na lógica da colônia em que dentro de um carro se busca o espaço perdido na cidade. Alguém já contou com quantos passageiros um carro “viaja” nos horários de pico? Olhem para os lados e verão sem grandes estatísticas que a maioria viaja só com o condutor…

      • O seu direito pára onde começa o do outro. O seu direito de ir e vir sozinho no seu carro atrapalha, e muito, em uma área urbana como SP. Dito isto, concordo que é absurdo multar por essa razão, pois existem diversas outras medidas e ações que desestimulam o uso do carro que são mais viáveis. Só acho que sua argumentar quanto ao direito de ir e vir é no mínimo inocente e alienado de sua parte. Devemos ter consciência de que utilizar o carro no dia-a-dia sozinho não é sustentável e que quem fizer essa opção deve pagar pelo custo gerado à cidade: caro. Mas, obviamente, forçar a utilização de outros meios de transporte sem fornecer essas opções é leviano e inconsequente, pois a pessoa sem opção não vai parar de usar o carro, só vai pagar mais caro por isso. Mas nós sabemos que nossos governos são responsáveis não é? ….

  2. O maior motivo da baixa velocidade dos ônibus é o excesso de carros. O único modo de resolver seriam vias expressas para ônibus. A explicação de que os ônibus são lentos por falta de investimentos nos corredores é incorreta.

  3. Felipe, as vias expressas para ônibus de que você fala são exatamente os corredores de ônibus. E é preciso investir neles seja para implantar novos seja para qualificar os existentes, seja para melhorar a alimentação por todos os modais (bicicleta, micro onibus, etc).

  4. Também, não podemos esquecer, a falta de educação e respeito, dos motoristas, para com o usuários! Fator esse, que desestimula muito, continuar usufruindo dos ônibus!

  5. Não. Não há uma razão psicanalítica de nostalgia por outra era. E o problema dos ônibus são ônibus, sua má qualidade, seu custo, sua insegurança, seu nenhum benefício. Por causa disso, aí sim, compramos carros. Tá no texto da Raquel. Se não privilegiarmos o transporte público em nossas cidades, independente de minha paixão por cidades, colônias ou tribos, vou optar pelo carro. A questão é muito mais utilitárista, de economia da mobilidade.

  6. Bem, ainda que suspeitos por sermos ferroviários, temos apostado em um veículo sobre trilhos de pequena e média capacidade como alternativa para os ônibus, mas pouco comentado em São Paulo – o VLT. Por que não corredores para VLT?

  7. A lógica dos corredores de ônibus é uma inversão do que foi feito quando se eliminou a circulação dos bondes. A justificativa na época é que atrapalhavam o fluxo de carros pois seu trajeto era fixo e não podia integrar-se ao resto do trafego. Pois bem, o que são os corredores de ônibus??? O VLT (ou bonde moderno) seria muito melhor no lugar dos corredores, deixando a ramificação nos bairros para ser feita por ônibus. VLTs circulares, com intervalos regulares nos eixos de maior circulação, são silenciosos, não poluem o espaço urbano já saturado, mais seguros, com uma velocidade média (devido a circulação padronizada) maior.

  8. Entendo que para avançarmos com mais clareza nesse entendimento, qual seja, a democratização do uso do espaço público, o foco da questão deveria passar da necessidade (evidente) de mais corredores para a questão da prioridade do coletivo sobre o individual. Visto que os coletivos têm uma capacidade de transporte de passageiros muito acima da dos automóveis, o ônibus tem que ter prioridade onde quer que ele esteja. O critério precisa ser mudado para: qualquer via da cidade com 60 bus/h ou mais deveria ter, já, algum tipo de tratamento viário que reserve o espaço ao coletivo. Existem várias gradações de exclusividade viária que podem ser adotadas antes de chegarmos a um corredor convencional ou BRT. Ao mesmo tempo, é claro, precisamos retomar a política de construção de corredores e terminais e avançar na racionalização do sistema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s