Obras da Copa do Mundo de 2014: mais caras e atrasadas, como previsto

Segundo notícia divulgada pelo Correio Braziliense na semana passada, o primeiro relatório do Tribunal de Contas da União sobre as obras para a Copa de 2014 “aponta atraso no início de obras, estouro significativo em orçamentos, falta de transparência nos atos do governo e irregularidades graves nos projetos.”.

Entre as obras mencionadas no relatório estão reformas e construções de estádios, reformas de aeroportos e projetos de mobilidade. De acordo com o jornal, o TCU concluiu que “são grandes os riscos de aditivos contratuais, sobrepreço, contratos emergenciais e aportes desnecessários de recursos federais, a exemplo das obras do Panamericano de 2007.”

Leia a matéria completa aqui.

O relatório do TCU está disponível no site do órgão. Clique aqui para baixá-lo.

5 comentários sobre “Obras da Copa do Mundo de 2014: mais caras e atrasadas, como previsto

  1. Essa novela aconteceu aqui no Rio, com a realização do PAN 2007. As obras ficaram quatro vezes mais caras que o orçamento inicial e concluíram as obras com baixa qualidade dos projetos, fora as obras e infraestrutura que não foram realizadas. Mas aqui é Brasil, muito oba-oba e nada de objetividade. Nossas autoridades e políticos não pensam no país e sim, no ganho próprio.

  2. Infelizmente aqui em Curitiba a Copa pouco irá beneficiar a população em geral, uma vez que terá obras pontuais e extremamente localizadas.
    Quem mais sairá beneficiada com tudo será a entidade privada Clube Atlético Paranaense. Houve uma intensa politicagem (a maioria dos governantes do estado e da capital, por coincidência, são atleticanos) para a escolha deste clube particular que não possui dinheiro suficiente para a sua pretensão.
    E o pior, irão utilizar recursos, como garantia, dos Títulos de Potencial Construtivo da cidade. Títulos que, dentre diversos benefícios, visa facilitar a reforma de prédios antigos e tombados, situação que irá ser prejudicada com a maracutaia com dinheiro público (no fundo é isto que está ocorrendo, de modo disfarçado), uma vez que devido ao alto valor (inicialmente de 90milhões de rais) irão inflacionar o mercado destes títulos, prejudicando os benefícios urbanos de tal instrumento.
    Ademais, pessoas terão seus imóveis desapropriados ao redor do estádio para que o mesmo seja ampliado, novamente beneficiando tão somente entidade privada, que ilegalmente receberá tais espaços em seu patrimônio e tudo pago com dinheiro público.
    No mais, curioso que informações detalhadas sobre o projeto do estádio, bem como as necessidades de urbanização de seu entorno simplesmente não são divulgadas.

    Coloco fonte exemplificativa (existem várias se pesquisarmos no google) a ser consultada, como ex.: http://esporte.ig.com.br/futebol/2010/07/21/curitiba+quer+se+livrar+de+rotulo+de+copa+atleticana+9543530.html

  3. ess copa não irá sair! e caso essa fasanha venha a contecer será o maior fiasco!!!!!
    e com certeza um vergonha para um pais em crescimento,
    principalmente nossos governantes que facaram milionarios com isso “o sorte”.

  4. a Copa de 2014 e as Olimpíadas do Rio estão sendo feito no Brasil, mas não para o Brasil. Trata-se de uma ampla e escancarada transferência de capital público para o privado, beneficiando a poucos em detrimento de muitos, e utilizando a afeição brasileira por esportes e um sentimento de grandeza nacional para justificar o injustificável.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s