Aumento da frota de veículos em São Paulo sem maior oferta de transporte público pode gerar imobilidade total a curto prazo

Notícia publicada hoje no site do Estadão afirma que a frota da capital paulista será de 7 milhões de veículos em janeiro de 2011. De acordo com os números divulgados pela reportagem, o crescimento da frota de automóveis é exponencial e não é correspondido por um aumento na oferta de ônibus, que é o meio de transporte público mais fácil e rápido de ser expandido, considerando os custos envolvidos na expansão da rede de metrô.

O aumento no número de veículos em relação a 2009 foi de 4 % (entre carros, motos e veículos utilitários), ou seja, 27 mil veículos a mais por mês, enquanto o número de ônibus ficou estável. A reportagem estima ainda que 60% dessa frota esteja irregular em 2011 do ponto de vista da inspeção veicular.

Nesse contexto, o efeito desse aumento será, basicamente, mais congestionamento, mais mortes no trânsito – lembrando que o maior aumento foi no número de motos, 7,3% no último ano, o que corresponde a novas 58 mil motos – , e mais problemas para a saúde pública por conta da poluição. Se continuar neste ritmo, a cidade de São Paulo enfrentará, num curto prazo, a imobilidade total.

3 comentários sobre “Aumento da frota de veículos em São Paulo sem maior oferta de transporte público pode gerar imobilidade total a curto prazo

    • Essa idéia é ótima mesmo.
      Eu adoraria poder escolher entre pagar 5 conduções para ir trabalhar ou pagar 25 reais de pedágio.

      Isso sem contar o todos os impostos que pagamos na compra do carro mais IPVA, licenciamento, inspeção veicular, seguro obrigatório, DPVAT, etc… para manter o carro.

      E pagar tudo isso para sustentar salário de 14 conto mais 18 conto em benefícios de cada político de merda.

      Olhando por esta ótica, falando desse jeito, vc só pode ser um né…
      é mais fácil pensar em angariar fundo arrancando dinheiro do trabalhador, ao invés de incentivar e fornecer a infraestrutura necessária para que as empresas não fiquem focadas apenas no centro de são paulo.

      E continuar ganhando dinheiro construindo enormes centros empresariais no Morumbí, Pinheiros, Pompéia, Barra Funda, etc… tudo perto de marginal…a final lá não tem transito mesmo né…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s