O que explica o aumento recorde no preço dos imóveis e quais as consequencias disso?

Uma pesquisa encomendada pela Revista Exame revelou que os imóveis no Brasil valorizaram 22% no último ano. Foi a terceira maior alta do mundo. Em geral, há uma grande tendência de aumento do preço dos imóveis, muito acima da própria taxa de crescimento econômico. Mas o que explica isso?

Em primeiro lugar, tem uma questão bem importante que é o crédito. O crédito imobiliário aumentou e ficou muito mais acessível, especialmente para as famílias de menor renda. Então junto com o crescimento da chamada classe C no Brasil, em termos numéricos, houve aumento de renda nessas classes e a oferta de crédito imobiliário, que antes não existia, para esse grupo. Isso já muda bastante o cenário. E esse crédito imobiliário continua também disponível para classes de níveis mais altos de renda.

Uma segunda questão é a demográfica. Nosso país deixou de ter aquela base enorme de crianças e começa a ter um número maior de pessoas entre os 20 e 35 anos, que é a faixa etária que mais está crescendo no país e é justamente a que pensa em comprar um imóvel, constituir um novo domicílio, seja sozinho ou com outros parceiros. Isso também explica o aumento da demanda, que pressiona o preço dos imóveis.

Mas há aí uma questão preocupante. Como o Brasil é meio “a bola da vez”, em função do seu desempenho econômico, existem muitos investidores, inclusive um capital estrangeiros, que têm procurado no país uma nova área de aplicação de seus investimentos. Uma parte disso está realmente indo para o mercado imobiliário. Mas por que isso pode ser preocupante?

Porque ainda não está muito claro o quanto essa alta de preço dos imóveis, com aumento de crédito e de crescimento econômico, é sustentável. Ou seja, não sabemos ao certo qual o risco de isso ser uma onda especulativa que, de repente, vai virar uma bolha imobiliária, como aconteceu na Espanha e nos Estados Unidos. Não é esse o cenário que está colocado, mas há aí um grande perigo.

Outra questão é em relação ao risco de haver uma superoferta de imóveis no mercado. Por incrível que pareça, isso já pode acontecer. A grande questão é a oferta acompanhar a verdadeira necessidade de moradia da população. Então é preciso tomar cuidado porque pode acontecer uma grande produção de imóveis, casas e apartamentos, num valor não alcançável para a maior parte das famílias que precisam.

E a maior necessidade de moradia está entre as famílias que têm renda na faixa de 0 a 3 salários, de até de R$ 1500,00, 1600,00. E não é exatamente para essa faixa que a produção está sendo mais ofertada. Então pode acontecer uma superprodução dentro de uma faixa que compra para investir, mas isso tem um limite.

Outra coisa é que o próprio aumento do preço dos imóveis faz com que a as faixas de menor renda fiquem para trás. Por enquanto, programas governamentais que dão subsídio junto ao crédito estão conseguindo fazer esses imóveis chegarem a essas faixas de renda de 0 a 3 salários mínimos, mas cada vez menos nas grandes cidades, como São Paulo, Rio, Salvador, onde praticamente não existem ofertas para este grupo.

30 comentários sobre “O que explica o aumento recorde no preço dos imóveis e quais as consequencias disso?

  1. Cara Urbanista Raquel Rolnik

    Sua preocupação é manifestada em boa hora:
    1. A notificação sobre vazios urbanos deve ter acontecido em número ínfimo de cidades.
    2. Pior. Os vazios Urbanos não contém projetos urbanos de ocupação, com proposta de implantação de ruas e espaços públicos.
    3. Acredito que ainda há tempo para definir áreas com boa localização para constituir interesse público e reservar para compras diretamente com o financiamento da CEF dentro do MCMVida.
    4. Tudo surpreendeu. O interesse imobiliário fez subir exageradamente os valores de terrenos.
    5. Há também por parte dos técnicos da CEF um despreparo na definição de avaliação das unidades oferecidas para o MCMV , que definem valores comparativos dentro de uma oferta de valores abusivos.
    6. Preocupa também a forma como querem resolver a infraestrutura. Observa-se a tendência de apresentação de projetos de condomínio fechado para o MCMV, justamente onde os Planos Diretores favorecem o setor privado. Há também a complicação na disposição de águas pluviais em condomínios que acumulam em demasia a vazão final.
    Enfim, há vários pontos relacionados a este assunto.

  2. Raquel: Gostei muito dos seus comentários. Acabei de voltar de São Paulo (procurando um apartamento – sou um Americano mudando pra lá) e fiquei totalmente chocado com a falta de transperância nas vendas. Não há informação nenhuma sobre o que o dono pagou no passado; as corretoras brigam entre si mesmo – guardam informações; não sabem que um prédio tem varios apartamentos sendo vendidos; não sabem o valores das outras vendas no mesmo prédio, etc…. Realmente eu já vi este “feeding frenzy” antes – em California (2x), Miami e em Philadelphia (aqui nos EUA), e vai acontecer aí também – que vai ter prédios vazios, sem clientes, porque os preços aumentaram de mais, e a oferta também. Pior ainda, estou vendo nos olhos das corretoras que eles acham isto vai durar pra sempre. Não vai. Infelizmente o mercado é cruel.

    • Wener concordo com vc. tive passei e estou passando por esso aqui em Boston, no toucante a compra de imoveis no Brazil os corretores nao sabem informar bem as coisas, acho que os corretores do Brazil precisam ser como os USA. Em fortaleza fiquei com medo deles ate nao entendi como o mesmo imovel eh listado com diferente corretores com precos completamente diferente. Corretagem no Brazil esta ainda muito atrazada acho que o CRECI tem que aprender muito. Tive bad expericencia comprando imoveis para meu personal uso, num flat que custava 80mil reias 6 meses depois esta 146mil reais e am diferentes precos com diferenctes imobiliarias. Nao entendo o brazil

  3. Sou economista, e acredito que a valorização dos imóveis, e a especulação excessiva que tenho percebido (inclusive na classe média) em relação à investimentos imobiliários, são sim evidências de uma pré-crise imobiliária. O m² de várias cidades brasileiras já estão superiores à diversas metrópoles européias, criando um cenário irreal para nossa realidade social e econômica atual. Acho que o governo deveria intervir o quanto antes para amenizar crises mais sérias no futuro.

    • Vc esta correta…Se o governo no controlar os precos o povo brasileiro vai sofrer como na Europa e aqui nos USA

  4. Gostaria de compra um imóvel, mas está quase impossível!!!! Os preços estão muito altos!!! Não sei nada de economia, mas acredito que mais cedo ou mais tarde esse situação deve melhorar. Aumenta a oferta de imóveis e cai a procura porque nem todo mundo tem dinheiro pra comprar imóveis tão caros!
    Caso esteja errada, favor me corrijirem, pois estou no aguardo da diminuição dos preços.

  5. Um apartamento de 58m², consegue achar ainda por R$120.000,00.
    Fazendo uma conta rápida, equivale à R$2068,96/m².

    Em 2007 o mesmo AP valia R$75.000, ou seja, R$1293,10/m².

    Informação.
    http://casa.abril.com.br/noticias/noticias_253261.shtml

    Isso sim é um absurdo.
    Quem investiu em imóveis se deu bem. Não aconselho o investimento agora.

    O aumento de 22% citado, é só este ano, até onde os caras de pau vão aumentar o valor?

    Quero comprar um imóvel também, mas com este valor somado com JUROS, fica totalmente inviável. Se fizerem os cálculos, estará pagando dois imóveis, um para você e outra para a financiadora.

    E essa de dizer que o mercado esta inflacionado devido a facilidade de obter crédito é pura balela, olhem quantas casas/aps estavam disponíveis só no feirão da caixa, e quantos negócios fechados ou encaminhados tiveram.
    (496mil disponíveis para 19mil fechados/encaminhados em São Paulo).

    Não aguento mais este governo.

    FORA PT.

    • Andre a mesma coisa acontece com veiculos no Brazil Porque comprar carros tao carros mesmo sendo feito no Brazil, abixo aos impostos tao altos. Vou esperar a bolha imobiliaria como aqui nos USA.

  6. Podem ter certeza, não iremos longe e algo desagradável deve acontecer. Pela velocidade no aumento dos imóveis até parece coisa de camelô. Aqui em S. Maria-RS, cidade de 265.000 habitantes, um ap de 100m de área, ha 60 dias estava 180.000,00, agora passou para 220.000 os do primeiro andar. A continuar assim ate´o final do ano deverá estar uns 300.000,00. E como diz um corretor amigo me: “Tem bobo pra tudo”. Até quando?….

  7. Prezada Sra. Raquel,
    como mais um em busca de um imóvel para comprar e tendo buscado imóveis em SP, Aracaju e João Pessoa (cidades em que morei, respectivamente, percebi esta alta absurda. No entanto, alguns dizem que as obras para a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016 irão aumentar ainsa mais a demanda e os preços. Isto é verdade?
    Em tempo: não vejo como responsabilizar, diretamente, o Governo Federal pela especulação imobiliária.
    O Sr. André deve ser um tucano roxo para se sair com esta de “Não aguento mais este governo. FORA PT”!
    Cordialmente.

    • Acompanhe a inflação, não só de imóveis.
      Acompanhe o debate sobre o novo código florestal, que se for aprovado terá mais desmatamento.
      Acompanhe a corrupção deste governo, onde o ministro teve um enriquecimento, onde a empresa que lucrava no máximo R$119.000,00, ano passado lucrou milhões.
      Na epóca do lula, quando fez acordo com a china, prejudicando as empresas nacionais.

      Muitas outras corrupções.

      • Não quero transformar o blog da prof.a Raquel em bate-bola, mas os comentários do Sr. André não fazem sentido: o novo Código Florestal que acaba de ser aprovado na Câmaro o foi CONTRA a orientação do Governo; a China nos “prejudica” não por um tal acordo, mas por uma política cambial que, dizem os entendidos, é equivocada e, mais que isso, pelo “dumping social” e câmbio subvalorizado chinês (contra os quais pouco podemos fazer, assim como os EUA); essa do Palocci, só para os leitores fieis da FOLHA terem o que falar contra o Governo; por fim, a inflação chegou a 6,5% (acumulado dos últimos 12 meses), i.e., dentro das metas.

  8. olha , as explicacoes que essa senhora da nao sai da mesmice.O aumento de imovel no Brasil se dar pela altissima carga tributaria que incidem sobre a producao e comercializacao dos produtos. de construcao . 58 por cento do saco de cimento fica pra o estado roubar e pagar super salarios a juizes,promotores,deputados,senadores,fiscais.enquanto quem produz ta fudido

    • Eu estou totalmente de acordo com vc Elderbarroso. Vamos acabar com esses impostos tao alto eacabar com a a corja depolitico que mamam nas tetas do povo brasileiro.

  9. Ficamos perplexos ao procurar um apartamento de 3 quartos e 2 vagas na garagem em Porto Alegre, nao tem nada por menos de meio milhao (novo)…vamos esperar ate apos a Copa para procurar novamente um apartamento maior!

  10. Estou querendo comprar um apartamento aqui em contagem Minas Gerais.
    eles pedem 260.0000,00 num apartamento de 3 quatos ;(
    o que ta acontecendo com os preços dos imoveis?
    E muito dificiu voce consceguir 260 mil na mão, e se for financiar paga 500 mil
    O que vamos fazer para abaixar os imoveis?

  11. To bastante preucupado também, no final do ano passado era possivel comprar imoveis em Campo Mourão no interior do parana por 75 mil, foi só a caixa elevar o maximo do financiameto da MCMV para 100,00, antes era 80,00, que não acho mais imovies por menos de 110 mil. E as imobilharias dizem que te ajundam, passando pra caixa o valor de 100, 00 pra você entrar no programa, 10 mil é por fora. que ajuda hem.

  12. é ta impossivel, ano passado precisamente 18 meses atras, quase fechei negocio em um empreendimento aqui em porto alegre, 2 quartos 71m2 com 1 vaga escriturada imovel novo para entrega em8 meses, pela bagatela de 184mil, hoje estão entregando o imovel com atrazo e o valor esta em 265mil. nao sei se fico triste com a desistencia ou feliz de nao ter que pagar essa CORREÇÃO que beira aos 100mil de acrescimo. enfim vou continuar alugando pois com está realidade nao acredito que valha a pena o financiamento a 30 anos com o valor quase o dobro que a parcela do meu aluguel. torço para que seja apenas especulações e que os preços tornem a realidade pois todos os imoveis novos na planta hoje aqui em porto alegre estão acima de 300mil e cada vez menores. exemplo de um construtora CAPA nada de mais, 2quartos, bairro mais ou menos 61m2 377mil
    http://www.foxter.com.br/imovel/2678/residencial-porto-alegre-boa-vista-apartamento-vergeis-2-dormitorios-res-poa-lan-med/

  13. Acho realmente um absurdo que está ocorrendo no Brasil. Os preços dos imóveis estão muito altos e não sabemos onde isso tudo vai parar. Até em lugares pouco valorizados, podemos encontrar apartamentos com valores 2 ou três vezes mais caros do que o valor real que era antes oferecido. Com a Copa e Olimpíadas, pode haver um aumento maior, mas isso não explica esse aumento surreal no valor dos imóveis. Vamos esperar para ver até onde essa história vai dar…

  14. Estou me manifestando aqui neste espaço, como um representante da faixa etária dos 25 a 30 anos, de classe média, que após terminar a faculdade, busca um emprego e também sair da casa dos pais. Atualmente essa busca pela independência está sendo covardemente minada pelo mercado imobiliário voraz, brutal que pratica um valor abusivo pelo m². Como estudantes já enfrentamos na universidade um sistema injusto, em que se prioriza o financeiro para que se conclua os estudos. Com dívidas terminamos a faculdade. E agora se optarmos por um emprego na capital, não nos é permitido morarmos decentemente, pois como pagaremos um aluguel abusivo com um salário de recém-formado? Algo precisa ser feito, e urgente, a situação está insustentável.

  15. Também acho um absurdo o que esta acontecendo no Brasil, primeiro não ha emprego, o salario e uma miséria , quando o aumenta o salários as coisas já aumentarão 2 vezes mais, são estão construindo pra classe média , quem a família de baixa renda quer vai comprar um imóvel por mais barato quer você entra e 80 mil , quer nem dar para uma família morar de tão pequena , Acorda governo, antes da copa muita gente vai passar fome, vai acontecer igual no pais a fora muita gente indo morar nas ruas. Invertes em imoves , credito fácil, e cade o emprego, cade a educação, de onde essas pessoas vão tirar essa renda para honrar suas dividas. Aonde moro quando você acorda , você já ver um novo prédio construindo, casas e mais casas , aonde se compra terreno de 60mil ás casas estão custando 180mil /200mil ate 375 mil , e bairros aonde não tem nada.

  16. Em fim senhores, o que acham mais correto a fazer, comprar um apartamento antes que o preço do m² fique muito mais alto ou aguardo o momento em que a oferta vai ser maior que a procura para ver se o preço cai?

  17. Num país de primeiro mundo o preço dos imóveis justifica ser alto devido a alta renda e juros baixíssimos. Mesmo assim lá os preços não explodem em função do imposto elevado (IPTU), q inibe a especulação.
    Aqui no Brasil, como td é distorcido, temos um IPTU baixíssimo. Isso facilita q gente com dinheiro compre pra especular. É mais um problema gerado pela carga tributária burra q o Brasil pratica. Deveríamos ter alta carga de impostos incidindo sobre a renda, propriedade e fortuna e baixa carga sobre o consumo.
    Como os legisladores não tem interesse mudar essa situação resta-nos esperar pelo pior, q venha a bolha… E não se enganem q passada esta fase de crescimento do país “em função da moeda forte” a conta é aquela q já conhecemos mto bem (anos e anos de crise e inflação).

    • Fabio o que sobe muito alto um dia despensca. Veja o noso caso do USA. a respeito do iPTU no Brazil nao entendo realmente porque eh mais baixo (e esse imposto eles usam para que??0 pelo menos aqui o imposto de renda esta equiivalente ao valor de mercado mas me realidade casa distrito ou cidade que o imovel pertence vejamos um imovel em Boston pgue mais IPTU to que um no suburbio pelo tipo de servico que eh prestado a populacao.. ja no suburbio se o IPTU eh mais barato as vezes porque o valor de mercado do imovel eh menor e tambem tem o problema de orcamento anual, de acordo onde vivo, o meu IPTU eh calculado pelo o valor que o meu distrito dar a minha propriedade e o orcamento de gasto para o proximo ano, dai mostrara o percentual de quanto porcento que esse dinheiro eh utilizado escolas, estradas, servicos em geral etc etc e tudo mais. Ja no Brazil IPTU eh para que???? veradores???

  18. oi

    Olá, meu comentário é o seguinte: Entendam, que está tudo conforme a lei da oferta e procura…
    Os preços são regidos por demanda e oferta,ou seja, quando esgotar uma das duas partes,automaticamente ocorre a correção dos preços.
    Ao meu ver,quem poder esperar,não só estará ajudando nesta correção,
    como fará um negócio mais condizente com a realidade vindoura.
    A propósito, o mercado é uma zona livre,isenta de regulação governamental. Fica complicado estipular valores, á necessidades humana e psicológica de cada vendedor ou comprador.
    Mesmo assim, o governo institui o valor venal,que só ele paga ,quando indeniza…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s