Operação urbana Água Espraiada está suspensa por conta de irregularidades

De acordo com notícias veiculadas hoje pela imprensa, a operação urbana Água Espraiada está suspensa. O Tribunal de Contas do Município encontrou 64 irregularidades, incluindo alterações no projeto original, sobrepreço e insuficiência de caixa.

Além disso, alguns vereadores já pediram o adiamento das desapropriações. A operação previa a remoção de 16 favelas e também de alguns bairros de classe média nas regiões do Brooklin, Jabaquara e Vila Mascote. Cerca de 40 mil pessoas seriam afetadas.

Está claro que estas obras não podem começar sem que sejam equacionados os problemas de moradia definitiva dos assentamentos irregulares da região. Espera-se também que agora a população envolvida possa finalmente participar com transparência das discussões e decisões em torno deste projeto.

Leia notícia sobre o assunto no site do Estadão.

8 comentários sobre “Operação urbana Água Espraiada está suspensa por conta de irregularidades

  1. A população merece respeito por parte de nossos governantes não se faz uma alteração dessa envergadura no projeto sem comunicação aos envolvidos.
    Finalmente deram atenção para nós moradores e proprietários formais (que compramos/pagamos por nossos lares).

  2. Estou organizando um seminário em Cabo Frio, “A cidade que queremos”. O tema deste mês é Mobilidade Urbana. Alguma chance de contar com Raquel Rolnick neste evento?Vai ser dia 17/07, sábado , 9:00h. Se não vai dar para vir, pode ser uma conferência via Skype?
    Agradeço desde já.

  3. Podem me xingar de burro, mas é por esses e outros motivos que não voto em ninguém. A maioris desses vereadores que estão loucos para a desapropriação aconteça o quanto antes, está sempre comparecendo dando tapinhas nas costas do povão. Eu sou um deles. Já cansei de ver esses dai fazendo isso. E olha que alguns deles é vizinho. Moram na região. Ou dizem que moram…
    Mas afinal, por que insistir tanto assim?! O que eles querem com essa mudança toda e rápida demais?! Será que alguns vão ter que “fechar as portas”?!

    Só Deus mesmo por nós.

  4. Enquanto isso, as favelas da Av Roberto Marinho continuam crescendo …

    Desde o começo deste ano tenho tirado umas fotos da flagrante da ausência de fiscalização da Prefeitura, em pleno bairro do Campo Belo, onde ocorrem diversas construções clandestinaa, com a expansão de barracos, por exemplo na esquina da Antônio Macedo de Soares.

    É evidente o desrespeito aos cidadãos que pagam seus impostos e executam suas obras em conformidade com as normas da Prefeitura.
    Quem será que ganha com isso? ONGs, políticos, proprietários?

    A verdade é que, no bendito dia das eventuais desapropriações, nós contribuintes é que vamos pagar (bem mais caro) pela remoção dos barracos que se proliferam discretamente no dia-a-dia dessa Avenida.

    No Rio, houve o gritante exemplo da favela Dona Marta. Com o dinheiro gasto ali, dava para todas as famílias comprarem seu apartamentos de 80 mil cada. Mas isso não pode ocorrer. senão os intermediários não ganham nada. melhor é dar uma mão de tinta e colocar um telhadinho melhor no barraco e a indústria da favela continuará bem alimentada com dinheiro público …

  5. Como moradora da região deixo o meu recado: até a sub prefeitura do bairro Jabaquara não sabe dizer se essa obra é válida! Primeiro mostram uma planta, que é a oficial, mas dois dias depois já tem outra planta, totalmente diferente que também é oficial… Nós, moradores, estamos indignados com a situação!!!

  6. ACORDA POVO DA ZONA SUL.

    A DESAPROPRIAÇÃO É INTERESSE DOS POLITICOS CORRUPTOS, E MUITOS FUNCIONARIOS DA PREFEITURA,
    EXEMPLO. ARNALDO FARIA DE SÁ, ABANDONOU OS MORADORES DO JABAQUARA, PORQUE ESTA ESPERANDO ESTA BOQUINHA DA DESAPROPRIAÇÃO PARA LEVAR VANTAGEM
    CONTRUTORAS CORRUPTAS, PREFEITO CORRUPTO, FUNCIONARIOS PUBLICOS CORRUPTOS.
    OS RICOS VAM PODER ANDAR DE CARROS IMPORTADOS NOS VIADUTOS E POBRES MORAM EM BAIXO.

  7. Eu moro na espraidas e minha casa ja foi assaltada 7 vezes em um ano, nao tem q dar moradia pra favelado nenhum, ficam o dia inteiro perambulando atras de crack aqui na avenida e a policia e governo só olham e empurram com a barriga. É o mesmo problema q ouve no rio de janeiro, deixaram o povo tomar conta dos morros e agora nao sabem com tirar … RIP

  8. Este projeto está mais escuro do que o túneo que estão querendo construir.
    Pobre não precisa de túneo e muito menos de viaduto, pobre precisa de moradia e dignidade, justamente o que está faltando, os nossos governantes precisam olhar para esse problema não como sua conta bancária mas, sim como a sua principal responsabilidade já que fomos nós que os colocamos lá

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s