Haiti: reconstrução para quem?

Nos dias 14 e 15 de junho estive em Santo Domingo, capital da República Dominicana, participando do “Seminário Internacional Recuperação de Cidades Haitianas: Planejamento e Gestão”, promovido pela Pontifícia Universidade Católica Madre y Maestra e o Instituto Lincoln de Políticas del Suelo.

Além de urbanistas de vários países da América Latina e Caribe, participaram membros do governo do Haiti encarregados da reconstrução do país, membros da academia, de ONGs e da agência das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (UN-Habitat), a fim de discutir alternativas de políticas fundiárias durante o processo de reconstrução do Haiti.

A situação do país antes mesmo do terremoto já era difícil: 78% da população vivia com menos de dois dólares diários e 91% dos edifícios eram ocupados extra-legalmente. Neste contexto, se não houver preocupação explícita com uma política fundiária que garanta acesso à terra para a maioria dos haitianos, os grandes investimentos na reconstrução do país poderão significar a transformação do Haiti em uma espécie de paraíso de negócios para empresas estrangeiras e multinacionais.

No primeiro dia do evento, o representante do Haiti junto à ONU, Leslie Voltaire, declarou que a ajuda internacional ao país deve chegar às milhares de vítimas do desastre e não apenas às empreiteiras. A reconstrução pós-desastre, portanto, deve ser aproveitada para resolver o problema de moradia e demais questões sociais enfrentadas pelo povo haitiano. De outra forma, serão mantidas as dificílimas condições de vida da população, com conseqüências muito graves e potencial de gerar novas ondas de violência.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s