De Olho em 2014: Urbanista da FAU-USP diz que Mundial não é balcão de negócios

Por Milton Bellintani

“A Copa no Brasil tem capacidade de mobilizar investimentos e contribuir para resolver problemas estruturais das cidades, desde que não vire um balcão de negócios de quem tem assento à mesa de decisões”, afirma Raquel Rolnik.

Na segunda parte da entrevista ao Blog, a relatora especial das Nações Unidas para o direito à moradia adequada alerta que erros dos Jogos Pan-Americanos Rio 2007 não devem ser repetidos, bem como a experiência de construir arenas em estados que não demonstram capacidade de torná-los sustentáveis. “Nos anos 1970, o governo militar ergueu grandes estádios. A maioria virou elefante branco”, diz ela.

Para saber mais sobre o trabalho da urbanista, acesse o Blog da Raquel Rolnik.

Assista à primeira parte da entrevista da urbanista: “A Fifa é uma caixa preta”

Nesta quarta-feira, na terceira parte da entrevista, Raquel garante: “Brasil pode fazer Mundial com ética”

Clique no botão abaixo para assistir à entrevista com Raquel Rolnik:

Ver vídeo.

Fonte: Blog De Olho em 2014 / Portal Terra

Um comentário sobre “De Olho em 2014: Urbanista da FAU-USP diz que Mundial não é balcão de negócios

  1. Não consigo acessar as entrevistas de jeito nenhum. Procurei na internet e tb não encontrei. Alguém pode disponibilizar?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s