Centro da Olimpíada será na Barra e moradores de favelas estão apavorados com projeto de remoção

Vamos falar um pouco sobre o plano básico para a Olimpíada de 2016, como as regiões do Rio de Janeiro serão afetadas e os principais desafios para a implementação das mudanças de infra-estrutura na cidade.

Todos nós estamos torcendo para que o Rio aproveite ao máximo essa oportunidade, para que possa não apenas acolher os jogos olímpicos com qualidade e organização, mas também promover mudanças importantes na cidade maravilhosa, para que ela possa ficar mais maravilhosa ainda e enfrente seus problemas, que não são poucos.

As obras para os jogos olímpicos vão tomar lugar principalmente na região da Barra da Tijuca. Para quem não conhece o Rio, seguindo pelo litoral, há Copacabana, Ipanema, Leblon e, depois, chega-se na Barra.

Do ponto de vista urbanístico, a Barra da Tijuca funcionou como uma espécie de zona de expansão urbanística da zona sul, com o mesmo tipo de uso, grupo social e produto imobiliário dessa região, embora ela se situe mais a oeste. Antes dessa grande expansão imobiliária, já havia ali o Rio Centro, uma área de convenções.

Vários equipamentos esportivos e a Vila Olímpica serão construídos ali na Barra. Mas como isso será feito?

A Vila Olímpica é um projeto privado, em um terreno privado, de uma construtora, com financiamento garantido pelo governo federal. Essa construtora fará os apartamentos que serão utilizados durante a Olimpíada e depois eles serão vendidos no mercado. Um modelo semelhante ao adotado na Vila do Pan.

Temos algumas questões que precisam ser enfrentadas na Barra. Primeiro é a questão do saneamento. Por incrível que pareça, a Barra, vendida como lugar chique, bacana e etc, até hoje não tem rede de esgoto. É um lugar que precisa melhorar muito do ponto de vista ambiental.

A segunda questão é a mobilidade para chegar na Barra, que hoje é complicada, congestionada, difícil.

Mas vou focar em outro assunto. A Barra é hoje um dos lugares do Rio com mais apartamentos vazios,  construídos mas não ocupados. E isso significa um desafio enorme sobre como esses apartamentos da Vila Olímpica serão vendidos. É uma quantidade muito grande, será que tem mercado para isso? Não irá virar um lugar fantasma depois dos jogos? São indagações necessárias.

Também há naquela região mais de 20 favelas instaladas. Todas estão neste momento absolutamente apavoradas com a perspectiva de remoção, já que o projeto apresentado para as Olimpíadas propõe a retirada de várias comunidades, como Pedra Branca, Restinga, Cortado, Vila do Autódromo e Canal do Anil.

Na época do Pan já havia a proposta de retirá-las. Mas elas resistiram, inclusive judicialmente, defendendo seu direito de permanecer lá e muitas acabaram não saindo. Agora isso será novamente colocado.

É uma questão delicada, que precisa ser tratada com muito carinho, pois qualquer remoção implica, do ponto de vista do direito daquelas pessoas, em um reassentamento adequado, para que na prática não acabem surgindo outras favelas.

*O jornalista Luis Megale acrescentou outra informação. Metade dos apartamentos construídos para a vila dos Jogos Pan-americanos está desocupada. Não são apartamentos caros, ficam na região de Jacarepaguá, custam pouco mais de 100 mil reais, mas nem metade foi vendida.

29 comentários sobre “Centro da Olimpíada será na Barra e moradores de favelas estão apavorados com projeto de remoção

    • A alternativa já foi apresentada também por um urbanista. Os jogos devem se concentrar na zona Portuária da cidade, núcleo urbano consolidado, repleto de serviços e que beneficiaria toda a região metropolitana com sua reocupação.

      Sem sombra de dúvidas as Olímpiadas da Barra da Tijuca tem muito pouco a oferecer a cidade como um todo.

      • Concordo que do ponto de vista urbanístico para o Rio seria melhor que centro da Olimpíada fosse na zona portuária. Mas o que acabou pesando na decisão é a disponibilidade de terra vazia, porque embora o projeto de centro na Barra da Tijuca implica em remover gente, na zona portuária isso envolveria negociações com muitos proprietários.

        Porém, como eu falei na coluna de hoje, 70% das propriedades da zona portuária é publica – da União, do Estado ou do município.

    • Olá. A Olimpíada pode ser uma oportunidade para investir nessas comunidades, separando aquelas que necessariamente precisam ser removidas por estarem em cima de rios e canais, em situações precárias, e aquelas que podem ser reurbanizadas e permanecerem no local. Por isso, a questão habitacional e o destino dos moradores deve estar no centro da agenda. Isto precisa ser um tema do planejamento para a Olimpíada. Raquel

  1. Não vejo como sendo uma medida errada a retirada das favelas. São ocupações irregulares, muitas vezes em terrenos particulares, ocupando um espaço que poderia ser muito mais bem utilizado, trazendo maiores benefícios à sociedade, inclusive àqueles que lá moraram.

    • Olá. A maior parte dos que ocupam áreas irregulares fazem isso porque não tem outras alternativas, e um grande desafio de uma intervenção urbanística para a Olimpíada é aumentar as alternativas de moradia para a população de baixa renda. Até para evitar que novas ocupações de áreas irregulares aconteçam. Raquel

    • Sinto muito em ver que sua opinião é quanto mais elitista, preconceitosa e descabida. As comunidades em questão são ordeiras, e não estão nas mãos dos poderes paralelos. O triste, é saber que as pessoas que moram nessas comunidades, muitas vezes são tratadas como “poluição visual”.

      • Como sempre, o ataque vem sem sentido, como todo animal ferido que morde mesmo sem o sinal de perigo, apenas pela auto-preservação.
        Fernando, o debatedor acima não disse que o morador da favela era indesejável, nem poluidor, nem ligado a poderes paralelos. Disse, e isso é um fato concreto, que mora em terreno irregular, que não é de sua propriedade, e que este terreno poderia ser mais bem aproveitado, inclusive em benefício do morador irregular. Agora, me diga onde está a indecência, o preconceito e a crueldade nessas palavras? Em lugar nenhum.
        O motivo é bem simples: é possível desprezar o pecado e desejar o bem ao pecador. Antes que vc transformeisso em mais um ataque, é uma metáfora: a pessoa que mora em favela erra ao ocupar o que não lhe pertence,mas não tem alternativa. Se o espaço que ela ocupa é adaptado para ela, ou se é melhor utilizado e repensado incluindo-a nesse benefício, tanto melhor para todos, não acha?
        Cabe a nós, cidadãos, e sobretudo aos agentes públicos garantir que assim seja. Morador de favela tem que ser incluído sim, se transformar em cidadão e ter direitos e deveres.
        No entanto, subllinho que o morador da favela que Insiste em lá viver para ter apenas direitos e vantagens sem assumir seus deveres, esperando a esmola de uma bica d’água ou de um projeto social meia-boca trata a si mesmo de maneira indigna, age como criança e não como cidadão.

  2. Querida, a Olimpíada será em 2016 e não em 2014 como você coloca neste artigo. Para quem se pretende tão bem informada sobre os jogos, esse “deslize” pode pegar mal. Neste sentido também, seria bom corrigir outra questão referente à geografia da cidade do Rio de Janeiro: entre o Leblon e a Barra existem também Pepino e São Conrado. Sobre a questão de saneamento na região, realmente entendo que seja um problema relevante. No entanto, uma das prioridades do projeto é justamente a despoluição do complexo lagunar da Barra e Jacarepaguá, que envolve tratamento de esgoto na região. A questão das favelas é outro ponto importante do ponto de vista social, uma vez que a remoção dos moradores e a realocação em outras aŕeas da Cidade representa maior distância entre estes e seus locais de trabalho. Mas acredito que, de nenhuma forma, o tratamento adequado da questão inviabilize ou seja um demérito diante dos benefícios que os Jogos trarão para a Cidade.
    Abraços.

    • Olá. Peço perdão pelo erro de digitação da data, já está corrigido. Quanto à localização da Barra, ficou dessa forma porque esta coluna veio de um programa de rádio que apresento na BandNews FM, onde nem sempre tenho tempo para explicar tudo exatamente. Os jogos de fato podem trazer benefícios para a cidade. Algumas comunidades podem ser removidas e outras urbanizadas, transformadas em bairros. O que estou cobrando é que isso tenha uma centralidade na agenda.

  3. Olá, sou moradora da comunidade Vila Autódromo, e venho a informar que lógico que a insatisfação com a idéia de remoção é presente entre os moradores. Porém, estamos nos organizando e negociando nossos direitos com o Governo, inclusive fazendo reuniões no ITERJ.

    Naquela área se encontram moradores que têm documentação de posse dada pelo Governador Brizola, validado por 99 anos o direito de estar ali. Não é a primeira vez que tentam nos remover, e sempre dá muita confusão.

    Pelo post, posso ter entendido mal, mas existe uma idéia de que esses apartamentos que “encalharam” do Pan seriam uma solução para moradia de nós moradores. Gostaria de deixar a informação de que esses apartamentos apresentam problemas seríssimos de estrutura e devido justamente a isso, encalharam. As obras foram feitas às pressas, e super mal acabadas, numa área pantanosa, apresentam afundações, ou seja lá o termo para isso.

    A questão é que as opiniões dos moradores estão muito divididas

    • tenho residencia na vila do pan e posso informar que nao a
      problema algum nas estruturas dos predios isso que falam
      nao passam de balela e pessoas mau informadas, e os apartamentos nao sao baratos como colocaram acima o mais barato o de 1 quarto esta entorno de 180 mil e o mais caro de 4 quartos em torno de 650 mil a ocupaçao esta em torno de 60% justamente por causa do preço muita gente que comprou nao aguentou pagar.

    • Oi Luisa,
      Acho que os moradores precisam se organizar! E não acho que vocês deveriam ir para os apartamentos do Pan não…
      Defendo que as comunidades sejam urbanizadas e consolidades onde estão.
      Raquel

  4. Os Governantes tem que Respeitar Os direito de todos que ali Morão Inclusível os Moradore das Quelas Comunides que Residem ali Ha Muitos Anos A Lei Orgânica Tem Que ser Respeitada Garantindo O Dierito de Todos

  5. gostaria de dizer que a minha preucupação e uma so .o povo menos favorecido que mora nas comunidades , a opinião publica deveria se manifestar . pois nas favelas 99,99% sao pessoas trabalhadoras e onestas .
    fico triste quando lembro que o povo com falsas promessas colocou varios politicos ( inclusivel o prefeito )no poder e agora serão invenenados pelo seu proprio erro . nao se cria serpentes em casa ( em sua cidade ) mas o povo e muito ingenuo e so descobre a bobagem que fez quando chega os tratores e derruba tudo .
    o povo nao aguenta mais pressao dos poderosos o mesmo tem que se unir e lutar com manifestaçoes nao violentas ( p-acificas ) e se mostrar vivo numa sociedade que seus lideres abusam de poder .e toma decisões em votaçoes secretas . vamos gritar , vamos falar , vamos protestar , nao podemos aceitar essas sugeiras e nos calarmos .

  6. E engracado ver algumas pessoas acreditando que “daqui nao saio, daqui ninguem me tira” porque fulano deu posse de terra por 99 anos.

    Posse nao e propriedade!

    As pessoas que vivem legalmente, ou seja, que nao invadiram propriedade alheia (privada ou publica) e que compraram terreno e construiram suas casas onde determinava o poder publico, e que estao, hoje, no caminho do Terminal T-5, que vai ligar a Barra da Tijuca ao Aeroporto Internacional Tom Jobim vao sair de la p’ro onibus passar.

    Sabe por que?

    Porque assim determina o poder publico que e quem decide onde e como as pessoas podem morar e construir.

    Portanto, tudo isto e bla, bla, bla. Se o poder publico minicipal, junto com o estadual e federal decidirem que algumas comunidades (favelas) vao sair de la, pode acreditar, que vao.

    E deem gracas a Deus, porque eles vao fazer isto ou dando uma casa nova para os invasores ( é!…, dando, porque eu e o resto da populacao tivemos que comprar a nossa) ou indenizando pelo valor de mercado, extamente como eles vao fazer com todos os proprietarios legais (nao invasores de propriedade alheia) que estao no caminho do T-5.

    Rio 2016! Viva o Rio!

    Era so o que faltava! Uma cidade como o Rio de Janeiro ficar amarrada, impedida de crescer, melhorar, progredir, evoluir, de se reinventar porque fulano, beltrano e Ciclano querem morar onde o bolso deles nao pode pagar.

    • Pois é Marco Antonio concordo com você que o Rio de Janeiro não pode ficar amarrado por causa de uns e outros, mas discordo na questão de que posse não é propriedade. Na questão de você encher sua boca dizendo que comprou seu terreno e não invadiu, eu lhe pergunto comprou de alguem que em algum momento ou a alguns anos tomou posse do mesmo, pois desdeos primordios as coisas funcionam assim.
      Eu lhe pergunto também o que é de direito do cidadão; pois os governantes sejam federais, estaduais ou municipais, nos empoem apenas deveres e nenhum direito. O voto por exemplo é obrigatório ou seja um dever, os impostos ( IPTU, IPVA, TAXA DE INCENDIO, O LEÂO, ETC) são deveres, mas e nossos direitos garantidos pela constituição tais como: moradia, saúde, educação,segurança entre outros; nossas crianças tem uma educação totalmente precaria em escolas públicas, em nossos hospitais faltam medicamentos, aparelhagem, médicos e tem sorte aqueles que não morrem na fila de espera, nossa segurança publica padece dia-a-dia e se todos temos direito a moradia, por favor alguem me de a minha.
      Além disso gostaria de saber para onde vai o dinheiro do IPVA que eu pago, pois só vejo aumentarem os buracos nas nossas rua e estradas; e o dinheiro do IPTU se é responsabilidade minha a calçada que fica em frente a minha casa e na minha conta de luz pago a taxa de iluminação pública.
      Gostaria de saber porque o estado paga +ou- R$4.000,00 por mês para conservação de cada viatura da PM, se com 6 meses juntando esta quantia compraria outra viatura zero, em vez disso pagam e trocam as viaturas a cada 6 ou 7 anos.
      e por falar em novas linhas de onibus,o que é a vergonha do nosso transporte público, que entra em greve a cada mês, onibus precarios, estragados, mal conservados e que com cereza não passam em uma vistoria nem se o vistoriador for cego, mas mesmo assim a prefeitura e o detram os permitem circular; onibus que as rodas se soltam e atigem crianças, ou quebram e engarrafam a Avenida Brasil. Mas para as empresas de onibus esta tudo bem, pois ela da sua contribuição mensal aos governantes e eles fazem vista grossa.Já as combis e vans, mesmo estando legalizadas são paradas diariamente e impedidas de circular recebendo ameaças e estorções.
      è mais fácil retirar o carro do trabalhador e impedi-lo de ganhar dinheiro ao invés de parcelar o seu IPVA para que ele consiga se regularizar. Claro que é mais fácil assim o Detram tem mais chance de leiloar o carro e encher o bolso.
      Pois é Marco sair das amarras não adianta apenas embelezar a cidade, mais sim tranforma-la em um lugar realmente habitável.

  7. alguns pontos q eu qro deixar claro:

    faço minhas cada palavra dita pelo nosso amigo Marco Antonio. principalmente a parte “beltrano e Ciclano querem morar onde o bolso deles nao pode pagar”

    isso eh a mais pura realidade! eu faço uma pergunta:
    se essa favela fosse na baixada, por exemplo, sera q teria tanta resistencia assim dos moradores? ou sera q eles n qrem perder a tranquilidade, desenvolvimento… da barra da tijuca???

    em toda parte do mundo existe os locais dos ricos e dos pobres. por exemplo; qm n conhece os famosos bairros do brooklin e do Bronx em nova york??

    somente aqui o rico eh OBRIGADO a disputar o mesmo espaço com o pobre. jah q no brasil TUDO Q EH LEGAL EH INCONSTITUCIONAL!!!!!

    falam muito na cituaçao dos favelados. mas, espera um pouco… n vamos ser hipocritas! vamos parar um pouco e parar para pensar naquela pessoa honesta, trabalhadora q trabalhou sua vida toda para comprar uma casa ou um ap para dar uma cituaçao melhor de vida aos seus familiares e hoje sofrem com a desvalorizaçao de seus imoveis e a violencia! pq ninguem toca nesse assunto???

    vivemos em um pais onde o certo eh o errado e o errado eh o certo!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    a mesma coisa eh qndo morre um bandido… no mesmo dia jah tem gente dos “direitos humanos” atras da familia, q alias, deveria ser apenas para os humanos direitos!
    agora, ve se qndo morre um policial isso acontece!?!?

    vivemos em um pais onde o q eh certo eh errado e o errado eh o certo!!!!!!!!!!!!!!!!!! (2)

    eu sinceramente espero q a prefeitura do rj consiga essa desocupaçao irregular, pois se n, eu irei ficar mais decepcionado com esse pais do q jah estou!!!!

    uma ultima coisa q eu jah ouvi falar antes q eh uma coisa mais falsa q nota de 3. q diz: nas favelas 99,99% sao pessoas trabalhadoras e honestas. olha pessoal eu conheço favela e posso lhe garantir q a verdadeira porcentagem eh mto diferente dessa!!!

    ps: uso o termo “mto diferente” para n dizer INVERSA!!!!!!

  8. Sou moradora da ocupação Zumbi dos Palmares no centro do Rio,sofro um drama constante,pois moro há cinco anos aqui e todos os dias acordo com ameaça de um possível despejo.Agora vem a prefeitura e nos convida para uma reunião onde está sendo negociado um possível remanejamento de forma truculenta dos moradores para o bairro de kosmos em Campo Grande. Eu digo truculenta não pela moradia que estão nos oferecendo,pois o bairro é muito tranquilo e a moradia está localizada dentro de um condomínio fechado,mas pela forma que estão tratando os moradores,querem nos tirar do centro da cidade.Acho isto um absurdo pois acabamos com nossa história com nossa vida,para construir e viver outra vida.Ninguém se incomoda com nossso bem estar!Mas eu não me incomodo com isto apenas quero moradia digna.Ah! e por falar em moradia digna proponho a esses politicos que estão articulando estas mudanças radical que troque de moradia comigo, se alguém quizer eu aceito.E se este super herói conseguir sobreviver dois meses aqui eu trabalho dois anos de graça para ele.

  9. Procuro um politico urgente…
    Motivo.
    Quero uma moradia para minha família,tenho certeza que as casas que eles estão constrindo para as familias de baixa renda é planejada com antecedência, e de acordo com a capacidade financeira do povo brasileiro, e como eu sei que o salário oficial deles não é lá essas coisas com certeza eles também vão concorrer ao programa minha casa minha vida. Portanto eu pergunto será que alguém se propõem a trocar de residencia comigo? se alguem acha que os moradores estão nestas ocupações por que querem, então seja forte,faça a diferença, aceite o desafio,venha morar em minha casa que eu vou morar na sua e assim serei menos uma posseira no país e você que só sabe criticar será mais um fazendo caridade.

  10. oi,sou moradora da restinga,no recreio,moro e tiro o meu sustento daqui dessa localidade honestamente à 17 anos,gero empregos a outros,abasteço a demanda da região com um serviço de qualidade e escasso na área. Agora de uns meses pra cá,o nosso querido prefeito usa e abusa de seus poderes,achando que somos lixo,como ele chegou a citar no site da prefeitura sobre as obras da transoeste,dizendo que iria limpar as margens da avenida das américas.Não queremos
    criar impecilios para o progresso,mas queremos ser tratados como cidadãos,que possuem direitos relatados na nossa constituição e não ser tratados como lixo,achando que ele pode fazer o que bem entende com os outros.Queremos o que nos é de direito,não esmolas!!

  11. Ola , entendo a indignaçao das moradoras das comunidades , porem , como disse Andrea Luiza , que devem ser tratados com respeito e fazer valer seus direitos eu discordo… por acaso voces compraram os terrenos onde moram ? pagam iptu deles ? ou foram se infiltrando ? acho que merecem respeito , mas antes de tudo merecem se respeitar , estudar direitinho no colegio , depois se matar estudando para passar em universidade publica e chegar lah!!!!! qual eh ? se tantos conseguem porque voces nao? o problema eh que existem comodistas que nao querem estudar nem trabalhar do jeito certo e depois ficam dando desculpa que sao pobres e nao tem onde morar !!!! vao se respeitar!!!! maes que assim agem , estao dando mal exemplo a seus filhos , primeiro porque admitem a pobreza e aceitam viver assim , segundo porque nao se esforçam para serem mais do que sao e terceiro porque acham que tem direitos em morar de graça !!!!!!!!!! enquanto a sociedade restante se esforça para pagar seu aluguelzinho e cursar uma faculdade , e depois conseguir um emprego , dignamente ! !! acho que os unicos que mereceriam casas gratis seriam os doentes terminais por exemplo , que nao podem mais TRABALHAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! tenho vergonha de voces !!!!!!!! e raiva por criarem bandidos para matar inocentes que querem viver simplesmente e usar do seu direito de TER VIVER E SER FELIZ POIS LUTARAM POR ISSO !!!!!!!!!!!!!!! batalharam !!!!!!!!!!!!

  12. Sou aluno da UFRJ, amante do urbanismo (embora estude computação) e morador de um dos condomínios da Av. Abelardo Bueno, área de influência do desenvolvimento olímpico.
    Não seria completamente satisfatório, mas eu ficaria mais conforamdo se uma medida com o mínimo de justiça fosse tomada: Quer morar em terreno invadido? Então legalize e comece a pagar os devidos impostos e arcar com as despesas legais do consumo de luz, água, Tv a cabo, internet (para quem não entendeu os dois últimos, aqui no rio até nisso há irregularidades e distribuição ilegal)…

    -Quer morar na rocinha? Pague IPTU de São Conrado
    -Quer morar no vidigal? pague IPTU do Leblon
    -Cantagalo? IPTU de Copa ou Ipanema
    -Quer morar na vila autódromo, pague o mesmo IPTU da Barra da Tijuca.

    Desculpe-me se isso é grosseria e falta de consideração, mas eu julgo o mesmo da parte dos irregulares que fazem poulição visual (entre outros problemas) na cidade.
    Então, topam viver na legalidade? Adoraria tê-los como vizinhos se não estiverem tirando vantagem de mim. Não aguento mais pagar vossas contas, isso sim é injustiça.

  13. sou vítor, moro na comuninidade vila autódromo e digo que todos vocês que teceram comentários depreciativos para atingir aos cidadãos desta comunidade estão totalmente equivocados com seus comentários pois seria um privilégio poder pagar todos os impostos que lhes são cobrados,desta forma a prefeitura estaria nos dando a oportunidade que estamos esperando a muitos anos afim de nos tornar um cidadão completo isto é com todas as credenciais na qual vocês cidadãos burgueses e desenformados pensam saber mas não sabem de nada,vou tentar abrir a memória de vocês.
    Nunca foi do interesse de qualquer forma de governo beneficiar os pobres mas eu não falo do pobre que tem o seu trabalho não,falo das pessoas que mesmo não tendo uma moradia própria sempre se esforçaram para conseguir conquistar uma,ao passo que vivemos em um país de capitalismo pois desde que me conheço como gente são os donos de meio de produção é quem mandam nesse país é lamentável a falta de conhecimento e amor ao próximo demonstrado por vocês burgueses idealistas . pois julgam as pessoas de comunidades como sendo os responsáveis pela violência,falta de segurança,a imoralidade sexual,etc…aonde as notícias mostram totalmente o contrário a corrupção a falta de desumanismo,a má distribuição de verbas com o dinheiro público,a crassa imoralidade sexual pelos governantes e vcs falam de pessoas que residem em um espaço de terras aonde nenhum governo comprou pois desde os tempos primórdios já existiam e nenhum governo humano fez aterra exceto Deus a quem pertencem todas as coisas e vocês vem me falar de vergonha ! estas são as palavras não só minha eu vítor morador da comunidade vila autódromo, mas de todas as pessoas que mora em qualquer comunidade e que é massacrada por pessoas tais como ,Helenita ,Edu weirkell ,Fabíola ,marco antônio , Walter em seus comentários enganosos . E voce paulo renato Azevedo é amante não do urbanismo mas da desordem cultural e confesso que será um bom político para a classe da burguesia pois usarão voce até satisfazerem seus desejos egoístas e depois se descartarão de vc,quantos aos demais comentários de pessoas que moram ao redor da comunidade vila autódromo fiquem sabendo que temos uma batalha judicial nos tribunais locais e que acima de tudo e todos, acreditamos que Deus estar conosco mas isto é independente do resultado final desta batalha judicial pois somos vencedores por retribuir a todas as pessoas independeste de nos apoiar ou não nesta causa por intermédio de nossas atitudes e ações fazendo o bem.
    Para a alguns q nos acusaram de não pagar os impostos fique sabendo que muitos dos moradores da comunidade tem seus IPTUs sim e q inclusive a prefeitura finge não saber ´´´´é vocês estão desenformados por hoje é só.

  14. Ler os comentários desta postagem é um enorme prazer e uma imensa vergonha. Infelizmente aqui no Rio de Janeiro tem sido difícil ver que as contradições entre os ricos e pobres vão além do que uma questão de vontade individual. Concordo com o comentário acima, feito pelo Victor, ninguém jamais criou estas terras que hoje são o tesouro conquistado pela honesta classe média burguesa.
    Obrigada Raquel por abrir este espaço para o debate.

  15. Bom dia, sou morador de um condomínio que fica em frente o começo da FAVELA canal do cortado(beira rio), pago IPTU, pago condomínio, e na calçada do condomínio, parece piada mas não é, os favelados fizeram um galinheiro, com isso fomos reclamar nossos direitos de ter uma calçada limpa e com jardim, como todo condomínio da barra ou qualquer outro lugar da zona sul, deu confusão, pois disseram eles que a nossa calçada pertence à eles, é uma sujeira só, são porcos e não respeitam os direitos de ninguém, alguem acha justo isso? Pagar caro para morar onde eu moro e ter que aturar isso, SUJEIRA, IMUNDICE, FUNK, FORRÓ, me desculpem ,voces só vão entender se conviverem com isso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s