Cultura caipira do interior paulista merece ser conhecida e está no Parque da Água Branca

Acontece até o próximo domingo um evento genial chamado “Revelando São Paulo”. O parque será ocupado com diversos stands de artesanato, gastronomia e outros. Haverá também festivais, música e dança, incluindo a dança caipira, tradicional no interior paulista e muito pouco conhecida na capital e no Brasil.

Em geral, quando pensamos em cultura popular brasileira fala-se de maracatu, no Recife, dos ritmos afro-brasileiros na Bahia e em Minas Gerais. Porém, a cultura caipira do interior de São Paulo é riquíssima e está muito bem representada. Estive nesse festival no ano passado e afirmo que vale muito a pena.

Fora o festival, o Parque da Água Branca já é em si uma atração. O espaço surgiu em 1904, como estratégia do governo de São Paulo para fazer uma escola de formação na área de agricultura. Depois virou parque de exposições, o principal da cidade, onde eram realizadas feiras de vendas de gado. Nos anos 70 estas atividades foram transferidas para a Água Funda, no Parque Imigrantes, tornando o Parque da Água Branca apenas um parque.

Lá estão lindas edificações do Mário Whately, da mesma época em que o parque foi construído e inaugurado. O parque também um vitral art deco e é integralmente plantando, ou seja, não possui mata nativa, mas conta com vários espécimes, todos identificados. Além disso, há uma reconstituição muito bem feita de uma típica casa caipira. Vale a pena um passeio, seja para crianças, jovens ou adultos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s